Futsal

Futsal a mercê do governo de Santa Catarina

Modalidade não está sendo respeitada pelo governo do Estado.

Publicado em 22/08/2020 09h46 - Atualizado há 9 horas - de leitura
Clubes estão desesperado com a possibilidade de perda da temporada./Divulgação
Clubes estão desesperado com a possibilidade de perda da temporada./Divulgação

Mais um final de semana e nada de jogos oficiais pela Liga Catarinense de Futsal. A entidade aguarda ainda o protocolo sanitário para repassar as equipes e assim traçar os planos para a temporada 2020.

O problema é que o governo não tá nem aí para a modalidade. Em suas portarias, o governo do Estado decreta mas não simplifica e deixa todos, sem exceção, sem entender nada do que está escrito.

Aos poucos o governo do Estado vem matando a modalidade que ainda respira por aparelhos, mas que pode não suportar tamanho descrédito do atual governo do Estado.

A semana se passou e o governo se quer se manifestou. A Fesporte também pouco ajuda. No caso da Liga Catarinense, o presidente da entidade enviou e-mail há mais de udas semana e se quer foi respondido, o que mostra que a Fesporte necessita de seus árbitros em competições micro e regionais, conta com participações de suas equipes, mas não dá valor a entidade que hoje tem a maior competição do Estado com a participação de 32 equipes adultas e mais de 160 equipes de base.

A Liga Catarinense aguarda ainda e torçe para que o protocolo seja divulgado ainda no iníco da semana para traçar a abertura da competição para o dia 29/08 ou 05/09. Até lá, entidade, clubes, atletas, arbitragem e imprensa ficam a ver navio numa das maiores modalidades coletivas no Brasil.

Fonte: Redação ECJR

Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

ESTADUAL LCF 2016

Gols de ABV x Abelardense

há 2 meses


#AMESOFIAHELENA - ESTAGIÁRIOS DO ASFALTO

há 4 meses


BRASILEIRO DE SELEÇÕES

há 4 meses