Futebol

Chapecoense avalia primeira semana positivamente

Elenco treina e se prepara para a primeira final do ano.

Publicado em 15/02/2021 08h28 - Atualizado há 2 semanas - de leitura
Primeira decisão é a Recopa Catarinense./Foto: Márcio Cunha/ACF
Primeira decisão é a Recopa Catarinense./Foto: Márcio Cunha/ACF

A exatamente uma semana do primeiro compromisso oficial da temporada 2021, que marca, também, a primeira grande decisão do novo ano, a Chapecoense tem treinado de forma intensa e contado com os trabalhos de uma equipe multidisciplinar para chegar competitiva ao jogo contra o Joinville. A partida, afinal, é válida pela decisão da Recopa Catarinense e renderá ao campeão o troféu Paulo Ricardo Magro - em homenagem ao “pra sempre presidente” do clube alviverde. 

Após sete períodos de treinos consecutivos, os atletas receberam folga neste domingo (14). Conforme o preparador físico Marcelo Rohling, em uma semana já foi possível notar a evolução do plantel. “A gente começou com avaliações nas três primeiras sessões e logo após fizemos quatro períodos consecutivos de treinos físicos e técnicos e já temos acompanhado, através dos monitores de frequência, que os mesmos trabalhos vão exigindo uma frequência cada vez menor. Isso mostra a evolução do organismo e do condicionamento”. Apesar de detectar a considerável evolução, Marcelo Rohling afirmou que a preparação ideal da “pré-temporada” avançará com o início das competições e enfrentará o desafio da sequência intensa de jogos num curto período.

Responsáveis pela preparação dos goleiros, Cézar Capelari e Marcelo Kunst, também avaliaram de forma positiva a primeira semana da pré-temporada. “Começamos a nossa ‘mini pré-temporada’ com a realização de trabalhos de força, dinâmicas de velocidade, potência e ênfase em saltos e com o trabalho de valências que a gente acredita que seja o ideal pra se manter, durante o ano, em alto nível e performando durante os jogos” destacou Cezar.

Foto: Márcio Cunha/ACF

Para Marcelo Kunst, o fato de os paredões do Verdão terem uma média de idade baixa fez com que eles se reapresentassem, praticamente, nas mesmas condições em que pararam. “Foi feita toda a parte das medidas, da fisioterapia, e agora eles vão nos dar a resposta no dia-a-dia do que será feito na sequência. Temos que ter todo o cuidado porque a gurizada nova se empolga, mas somos responsáveis por manter eles bem, focados e concentrados, porque tem toda a carreira pela frente”.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Últimas notícias

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

Estadual LCF 2020 - Feminino

Partida vália pelo Estadual LCF Feminino 2020.

há 3 meses


Estadual LCF 2020 - Série Ouro

há 4 meses


ESTADUAL LCF 2016

há 7 meses