Blog RDB Roberto Borba
Jornalista profissional 626/SC. Atua na crônica de Joinville desde 1975
Blog RDB Roberto Borba
RDB Roberto Borba
Jornalista profissional 626/SC. Atua na crônica de Joinville desde 1975


Futebol

Bailarino do Itaum com a cruz de malta

Publicado em 06/08/2020 12h06 - Atualizado há 3 meses - de leitura
No clube carioca,, Milton ganhava cerca de 30 mil cruzeiros mensais. / Divulgação

Os caminhos do futebol fizeram com que um jovem talento do bairro Itaum chegar ao maior palco da bola – o Maracanã. A história de Milton Antonio Pedro Eleuterio (1940-1989) tem este enredo. Junto com as promessas do Fluminense do final dos anos 1950, o garoto Milton estava na melhor formação do tricolor suburbano e que ganhou a identificação de bailarinos do Itaum. O Vasco da Gama levou o meia de refinado toque de bola. Os primeiros tempos foram entre os aspirantes, mas depois de estrear no time principal, num amistoso em Maringá, em maio de 1962, ganhou a titularidade e permaneceu até agosto de 1963.

A partir daí, Milton Fumo, como era conhecido no Itaum, voltou a Santa Catarina. Desta vez estava em Criciúma, numa formação de craques do Metropol. Do alviverde criciumense passou para o Boca Negra curitibano, o Ferroviário. Antes do final dos anos 1960, voltava para casa. Seria para defender o América de Kurt Meinert.

A ida de Milton para o Vasco foi uma transação pouco possível e quase inimaginável para a época. Afinal, um atleta de um time amador para uma agremiação de expressão nacional. O Fluminense pediu inicialmente 200 mil cruzeiros para liberar o jogador. Nem pensou duas vezes em aceitar a contraproposta de 100 mil feita pelos cariocas. A verdade é que não havia como manter um jogador deste quilate no clube sem receber salário. No clube carioca, mesmo atuando no quadro de aspirantes, Milton ganhava cerca de 30 mil cruzeiros mensais.

Fonte: RDB

No clube carioca,, Milton ganhava cerca de 30 mil cruzeiros mensais./Divulgação No clube carioca, Milton ganhava cerca de 30 mil cruzeiros mensais. / Divulgação
No clube carioca,, Milton ganhava cerca de 30 mil cruzeiros mensais./Divulgação No clube carioca, Milton ganhava cerca de 30 mil cruzeiros mensais. / Divulgação

Últimas do Blog

VER MAIS NOTÍCIAS



Top Vídeos

:: assista aos destaques

ESTADUAL LCF 2016

Gols de ABV x Abelardense

há 3 meses


#AMESOFIAHELENA - ESTAGIÁRIOS DO ASFALTO

há 5 meses


BRASILEIRO DE SELEÇÕES

há 5 meses