Classificação inédita do Verdão!

16 MAI 2018
16 de Maio de 2018

Após dois empates sem gols, Chape conquistou a vaga nos pênaltis e está entre os 8 melhores da Copa do Brasil. Fotos: Sirli Freitas

A noite de quarta-feira, dia 16, prometia um grande duelo entre Chapecoense e Atlético Mineiro. Valia a vaga para as quarta-de-final e R$ 3 milhões nos cofres do time classificado.

A partida começou em um ritmo acelerado. Era lá e cá. Apesar da grande movimentação, as duas equipes pecavam nas finalizações. A Chape marcava bem e mostrava bom posicionamento, mas ainda deixava a desejar nos contra-ataques. O primeiro tempo passou e o jogo continuava empatado, inclusive no placar agregado, sem gols. E isso porque Victor espalmou uma conclusão de WP9 no minuto final, fazendo grande defesa.

No intervalo não houve alterações. A Chape, nos primeiros minutos, pressionava bastante. Aos 16’, Arthur Caike recebeu dentro da área e perdeu grande chance ao tirar do goleiro Victor. O goleiro do Galo, aliás, trabalhava bastante. Ele espalmou uma cobrança de falta de Bruno Pacheco e na sequência uma conclusão de longe de Apodi. Depois, Canteros cobrou escanteio e acertou o travessão. O torcedor crescia nas arquibancadas. A essa altura, só dava Chape.

Era um jogo desgastante, mais do que no domingo passado. Já nos acréscimos, Fabio Santos (Atlético) levou o segundo amarelo, consequentemente o vermelho, sendo expulso de campo. E o jogo terminou mesmo sem gols. A decisão foi para os pênaltis após dois empates em 0 a 0.

PÊNALTIS

Nos pênaltis, deu Chape, por 4 a 3. Ricardo Oliveira cobrou a primeira penalidade e Jandrei defendeu. Roger Guedes também desperdiçou, mandando para fora. A Chape só não marcou na cobrança de Bruno Pacheco. Marcaram para o Verdão Wellington Paulista, Luiz Antônio, Nadson e Rafael Thyere, que fez o gol da classificação. Pelo Atlético converteram Luan, Leonardo Silva e Cazares.

Chapecoense: 93)Jandrei 20)Apodi 3)Rafael Thyere 23)Douglas 6)Bruno Pacheco 55)Amaral 15)Márcio Araújo 8)Canteros (Nadson) 7)Guilherme (Luiz Antônio) 18)Arthur Caike (Bruno Silva) 9)Wellington Paulista Técnico – Gilson Kleina

Atlético/MG: 1)Victor 29)Patric 3)Leonardo Silva 17)Bremer 6)Fabio Santos 21)Adilson (Luan) 30)Gustavo Blanco (Elias) 11)Otero (Erik) 23)Roger Guedes 10)Cazares 9)Ricardo Oliveira Técnico – Thiago Larghi

Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho, auxiliado por Rogerio Pablos Zanardo e Daniel Luis Marques. Trio CBF de São Paulo

Cartões amarelos: Wellington Paulista (Chap); Patric-2 (Atl)

Cartão vermelho: Fabio Santos (Atl)

Estádio: Arena Condá, em Chapecó

Horário: 19h30m (Quarta-feira, dia 16/05/18)

Público: 8.597 torcedores

Renda: R$ 195.620,00

Fonte: Rádio Chapecó

Voltar

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.