Vitória em Joinville consolida a liderança da Chapecoense

12 MAR 2018
12 de Março de 2018

(Foto: Jorge Roberto)

O jogo de sábado (10) à noite, no Norte do Estado, era o confronto entre a melhor defesa (Chape, com 2 gols sofridos) e o artilheiro do Campeonato Catarinense, Rafael Grampola (JEC), com sete gols marcados. Era também mais um jogo para o goleiro Jandrei manter-se invicto, sem levar gols, o que já acontecia há 10 jogos, ou 945 minutos. O jogo prometia.

O tempo na chamada Manchester Catarinense era parcialmente nublado, mas para não fugir à regra, choveu no início de jogo. Quando a bola rolou, pelo menos até a metade do primeiro tempo, a arbitragem foi muito criticada por impedimentos marcados. Em um dos casos, Madson poderia abrir o placar a favor do JEC, mas foi marcada a irregularidade. Ele reclamou e levou cartão amarelo.

Não foi um primeiro tempo de jogadas empolgantes, nem de bom futebol por parte da Associação Chapecoense. As maiores emoções ficaram para a reta final. Aos 44 minutos, o goleiro Jandrei defendeu de forma brilhante uma finalização do artilheiro Rafael Grampola. A Chape teve três conclusões, apenas uma em gol. E nessa única oportunidade, gol do Verdão. Na bola parada, que tem sido muito efetiva, Nadson cobrou o escanteio e Amaral guardou nas redes adversárias. Foi o placar da primeira etapa, Joinville 0x1 Chapecoense.

Na segunda etapa, a Associação era um pouco melhor, criando mais dentro das quatro linhas. O segundo tempo também marcou o retorno de Luiz Antônio, que estava no banco de reservas após ser anunciado oficialmente no meio de semana. O JEC parece ter cansado um pouco, mas nos minutos até tentou algumas investidas. A Chape perdeu algumas oportunidades, mas faltou o toque final. O time oestino foi quem mais procurou a vitória e até poderia ter ampliado, mas ficou no um a zero.

O bom é que o time de Gilson Kleina voltou a marcar fora de casa, o que não ocorria desde a primeira rodada. Os três pontos garantem a liderança do Verdão, independente do restante da rodada. Jandrei, que ainda não foi vazado no Estadual, agora contabiliza 1.041 minutos sem levar gol, em 11 jogos disputadas. Os únicos dois gols que ele sofreu foram pela Libertadores da América.

No próximo domingo tem Tubarão x Chapecoense, 16h, no estádio Domingos Silveira Gonzales, no Sul do Estado.

JOINVILLE: 1)Emerson 2)Helder (Dick) 3)Bruno Aguiar 4)Evaldo 6)Alex Ruan 5)Miguel Schmöller 8)Madson 10)Murilo Rangel (Breno) 7)Eduardo Person 11)Elias (Marlyson) 9)Rafael Grampola Técnico – Rogério Zimmermann

CHAPECOENSE: 93)Jandrei 2)Eduardo 3)Rafael Thyere 33)Néry Bareiro 17)Vinícius Freitas (Alan) 11)Nadson 86)Elicarlos 55)Amaral (Luiz Antônio) 15)Márcio Araújo 7)Guilherme (Osman Junior) 9)Wellington Paulista Técnico – Gilson Kleina

ARBITRAGEM: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por José Roberto Larroyd e Carlos Felipe Schmidt

CARTÕES AMARELOS: Madson (Jec); Eduardo, Vinícius Freitas, Elicarlos (Chap)

ESTÁDIO: Arena Joinville, em Joinville

HORÁRIO: 19h (Sábado, dia 10/03/18)

PÚBLICO: 2.554

RENDA: R$ 49.645,00

Fonte: Rádio Chapecó

Voltar

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.